Archive for the opinión Category

“Paz…” · Texto anónimo atopado nas rúas de Compostela

Posted in anarquismo, opinión on Xuño 3, 2017 by abordaxe

Hai uns días, unha digna e fermosa aínda que breve mostra de dignidade e raiba suspendía durante aproximadamente dúas horas a paz social compostelana, para dar paso aos enfrontamentos e á loita na rúa contra a policía mercenaria dos especuladores. Moitas foron as voces que alzaron durante e despois dos incidentes a súa hipócrita censura moral contra as accións das “violentas”, mentras aplaudían, como aplauden día tras día, a violencia atroz da propiedade e a orde mercantil, da policía e a lei.

Agora, colamos este texto anónimo que recibimos no noso correo electrónico e que segundo dicía a mensaxe, foi atopado nas rúas compostelanas.

Barricadas Escárnio

“PAZ…
É nacer por protocolo administrativo,
Sentir demasiado cedo o perigo de supervivencia,
Ser obrigadx a sentar, calar, acatar…
Paz é interiorizar a represión dos refluxos de vida autónoma
Ata facerte intolerante ao mínimo risco, dependente do confort
E así poder ser maleadx según os caprichos do diñeiro
Paz é moralización e persecución se pos un pé fóra do rego
Paz é invertir horas e horas da túa vida en actividades que só teñen
sentido para a economía Seguir lendo

Esses maduritos que antanho eram revolucionários – Ao respeito do despejo do CSOA Escárnio

Posted in opinión on Xuño 1, 2017 by abordaxe

Por O gajeiro na gávea

“Houve um tempo em que defendi a violência com fins políticos, porque o contrário me parecia uma ingenuidade. Hoje não defendo mais a violência mas vejo que as pessoas que o fazem ainda pensam que os demais somos parvos. Dito isto, fora a brutalidade policial!” (recolhido dumha rede social)

18740217_1421770054567941_475061973699647730_nTra-la brutal carrega dos cocainómanos da brigada antidistúrbios, que ao entender dum dos seus responsáveis nom vinheram preparados (??; e digo eu, que levariam de esta-lo? além das escopetas de balas de bolacha e botes de fume? ametralhadoras?? lança-chamas?? lança-mísseis?), na virtualidade da rede houvo um feixe de expressons de raiva e impotência e de fraternal solidariedade coas despejadas. Mas tamém houvo vozes que o único que lhes preocupou desta história é o mal papel que lhes tocou suportar ao alcaide e resto de membros da Compostela Aberta por culpa das manifestantes violentas, a quem acussam, sem rubor, de ser cúmplices dumha campanha orquestrada de desgaste, organizada polo PP e falsimédios vários (!!!):

“Eu acho de idiotas colocar-se diante da polícia sem ir armado e disposto a disparar. Agora acho de mais idiotas ser os aliados inconscientes das provocações da polícia a serviço do PP, para conseguir que a imprensa a serviço do PP tenha umas fotinhos borrokeiras muito úteis…” (recolhido dumha rede social) Seguir lendo

Diante o despejo do CSOA Escárnio e Maldizer: “Compostela Aberta, sem escusas para a violência”

Posted in galiza, opinión on Xuño 1, 2017 by abordaxe

Por O gajeiro na gávea

Ante os feitos ocorridos na jornada deste martes relacionados co despejo do Centro Social de Escárnio e Maldizer na Algália, O Gajeiro na Gávea manifesta o seu profundo rejeitamento ante todo tipo de justificaçom da violência policial assim como os inadmissíveis comunicados do grupo municipal do alcaide urbano e falsimedios locais. É intolerável que umha manifestaçom em apoio da defensa de espaços sociais e culturais seja aproveitada pola polícia nazional para empregar umha força descomunal carregando de tal jeito contra manifestantes -nas que, além de encarapuçadas, havia tamém criançinhas e pessoas maiores- que mesmo semelhara que iam postos de algumha droga psicótica até as celhas, (até chegar ao ponto de abrir-lhe a cabeça a um moço ao espanca-lo violentamente e depois introduzi-lo á força e inconsciente numha furgona policial para léva-lo e encirra-lo numha cela). Cómpre umha reflexom de todas as pessoas que fomos violentadas porque este tipo de comunicados(*) só valem para alimentar o discurso dos governos e governinhos e das suas forças repressivas. Seguir lendo

Piratas vs Corsários!

Posted in internacional, opinión on Maio 26, 2017 by abordaxe

Por J. Vinagre

262736556-768x576Vou defender a França, seus interesses vitais, a sua imagem, a sua mensagem. E me comprometo diante de vocês: vou defender a Europa, a comunidade de destinos que se deram os povos do nosso continente. É a nossa civilização que está em jogo. A Nossa maneira de sermos livres.”     –     Emmanuel Macron (1)

A França é um dos países europeus mais interessado no comércio de gás natural importado para a Europa, porque será um dos maiores distribuidores, e é também um dos países fortes da União Europeia e da NATO. O discurso do novo presidente francês deixa antever uma liberdade a ferros. “A Nossa maneira de sermos livres” nunca foi, e ainda não o é, em relação a outros povos fora da “comunidade de destinos” livre de superioridade moral, superioridade ética e tecnológica. A forma como construímos a nossa civilização depende de fontes de energia, que está a tornar este mundo insustentável ambientalmente e socialmente. A principal fonte de energia global impingida para o séc. XXI é o gás natural não convencional, e a Europa aposta forte na sua independência energética. Ao nível ambiental o debate é geral. E ao nível social? O subsolo do mar será o futuro depositário de recursos naturais a explorar em larga escala pelas multinacionais, desde fontes de energia, a minerais, como lítio, cobre, e organismos para biotecnologia. A Europa está preparada. E os “outros”? Seguir lendo

“Non hai nada anarquista no eco-fascismo: Unha condena das ITS” por It’s Going Down

Posted in internacional, opinión on Maio 17, 2017 by abordaxe

BosqueTiramos e difundimos traducido de La Rebelión de las Palabras este texto que el tirou e traduciu do portal anarquista norteamericano It’s Going Down! e que fai unha crítica/condena do grupo ITS e da autodenominada “corrente eco-extremista”. Tamén traducimos a nota introdutoria do compañeiro.

O 3 de maio, unha muller foi asasinada na Cidade Universitaria de México D.F. Mentres moitas voces lamentaban a perda falando sobre a violencia machista e os feminicidios e a medida que saían máis datos sobre a identidade da asasinada, o grupo ITS (Individualistas Tendendo ao Salvaxe) publicou un comunicado (como de costume, maiormente divulgado polos mass-media) adxudicándose non só ese asasinato, senón tamén o de dúas persoas máis nun carreiro, ás que mataron Seguir lendo

Conversa verídica numha livraria de velho apenas 11 horas denantes do Dia das Letras Galegas

Posted in opinión on Maio 16, 2017 by abordaxe

Por O gajeiro na gávea

biliguismo
Andava eu polos andeis na busca dalgum livro ou banda desenhada que mercar nesse templo do saber que constituem as livrarias, quando entrarom pola porta um par de estudantes (um moço e mais umha moça) co galho de mercar um livro para umha amiga dele e falando entre si em castelám com acento da Terra. Seguir lendo

Desenvolver relacións de afinidade

Posted in anarquismo, opinión on Maio 13, 2017 by abordaxe

“Hoxe a alma afógase nunha masa de encontros ao azar. Estamos na procura daquelxs que aínda están o suficientemente vivxs para apoiarse unhxs a outrxs máis alá disto; aquelxs que fuxen da Vida Normal”

– Against Sleep and Nightmare

Vivimos nunha sociedade na que a maioría dos nosos encontros foron xa definidos en forma de roles predeterminados e relacións nas que non temos nada que dicir. Unha aleatoriedade desprovista de sorpresa rodea o tormento programado do traballo cun “tempo libre” que carece de gozo, da capacidade de asombro ou de calquera liberdade real de actuar ao noso antollo, un “tempo libre” non moi diferente do traballo do que se supón que é un respiro. Seguir lendo