[Chicago, EUA] Antifascistas mallan a ostias e mandan ao hospital a Tom Christensen, coñecido neonazi estadounidense

Fotografía do fascista que levou a malleira

Recibimos na nosa caixa de correo da Agência de Noticias Anarquistas (ANA) esta nova que informa de que Tom Christensen “Trigger”, un coñecido neonazi estadounidense envolto tanto en organizacións fascistas e supremacistas brancas como tamén en organizacións abertamente machistas (coma aquelas que loitan polos supostos “dereitos masculinos” asegurando sandeces coma que o patriarcado non existe ou que esta sociedade privilexia ás mulleres), e que participou en numerosas agresións (entre as que destaca un ataque en Portland, onde está acusado de disparar un arma contra un antifascista ao que deixou paralítico), foi enviado ao hospital despois de levar unhas ostias por parte dun grupo de antifascistas que atopárono nun bar da zona norte de Chicago e xogaron con el ao billar (usando a súa cabeza de bola branca, polo visto). Porque o fascismo só entende unha linguaxe, a violencia. Onde as dan, tómanas!

Por South Side Chicago ARA
Traducida ao portugués por Agência de Noticias Anarquistas – ANA

Durante a noite do 11 de abril, ativistas antifascistas de Chicago detectaram ao conhecido supremacista branco Tom Christensen “Trigger” (34) no bar Delilah situado na parte norte de Chicago. Pouco depois de ser visto, um tumulto seguiu entre Tom e um antifascista local. Tom foi enviado ao hospital em ambulância após uma prolongada briga com vários tacos de bilhar durante a hora de fechamento do bar e depois de uma frenética chamada ao 911 daqueles que lhe acompanhavam. Lamentavelmente, dois clientes foram feridos por Tom durante a briga. Ambos estão vivos e em perfeitas condições de saúde.

Para aqueles que não estão a par, Trigger Tom é um violento neo-nazi desmascarado e exposto à atenção pública pelo grupo antifascista Rose City (Portland) enquanto tentava infiltrar-se e recopilar informação sobre esquerdistas/anarquistas locais. Christensen tem realizado diversas publicações no foro supremacista branco conhecido como stormfront.org baixo o nick “whitepunx”. Durante sua estadia em Portland promovia de maneira ativa uma conhecida organização neo-nazi chamada Volksfront International. Tom também é acusado de ter disparo com uma arma e deixado paralisado um camarada antifascista enquanto estava em Portland. Pouco depois de ser descoberta sua identidade na Internet, estava claro que a presença de Tom não seria tolerada pelos antifascistas em Portland e foi obrigado a se mudar para Chicago, onde tem permanecido no radar dos antifascistas. Tem feito um bom trabalho deslizando-se através de fendas, até esta passada terça-feira.

Desde a implantação de Tom em Chicago tem sido visto atacando violentamente a mulheres em mais de uma ocasião e está atualmente envolvido em “o ativismo dos direitos masculinos”. Recentemente se associou com grupos como Proud Boys, apoiando uma arrecadação de fundos para uma seção do Centro-Oeste dos Estados Unidos. Tom tem sido questionado por conhecidos seus sobre seu racismo, mas ele é muito habilidoso no uso de uma linguagem manipuladora para se pintar como não ameaçador e não racista. Algo se tinha comentado em Portland também sobre como de bom era nessa tarefa. Apesar di sso, para aqueles que são mais astutos ou mais dominadores da língua do fascismo, suas verdadeiras intenções tendem a emergir à superfície.

Tom foi confrontado por antifascistas de Chicago que acham que não se deve debater com neo-nazis, mas sim chutados para fora de qualquer comunidade ou ambiente. Se a crença de alguém está baseada na opressão de outros, essa crença propõe uma ameaça maior para nossa sociedade que o desconforto ou dor experimentada por aqueles que os sustentam.

Deste modo, “Trigger” Tom Christensen, esta mensagem é para ti. Podes fazer rodar qualquer história que desejes com respeito do que se passou no Delilah. Podes desviar toda culpa ou o que queiras para outros grupos, nós estamos te contando que a razão para executar essa surra foi que te vimos e soubemos quem és realmente. Chicago já não é mais segura para ti como o que era Portland quando metestes o teu rabo entre as pernas e correstes. Mas, escuta, não fiques com nossas palavras, fica conosco e teremos um pouco mais de diversão. Sabes, quiçá jogues um pouquinho mais de bilhar algum outro dia…

Antifascista para sempre!

https://www.no-gods-no-masters.com/images/2-9-1007195843_tshirt-hospitalise-your-local-fascist.png

“Hospitaliza ao teu fascista local”

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

%d bloggers like this: