Populaçom do Maranhão (Brasil) amarra político em poste

Por O gajeiro na gávea

Casos de pessoas amarradas em poste por cometerem algum crime está se tornando rotina no Brasil

politico-amarradoAlguns populares revoltados — com o descaso dos políticos — fizeram justiça com as próprias cordas e amarraram um político em um poste.

A identidade do político não foi revelada para lhe assegurar os direitos constitucionais de presunção de inocência e tara rá tá tá, enfim, coisas que os políticos, ricos e milionários têm direito.

Esta notícia está tirada do site G17, um site de humor onde recolhem notícias falsas, ao estilo da espanhola El Mundo Today; e está a ser compartilhada por estes lares do outro lado do atlántico com absoluto alboroço nas redes sociais.

No emtanto, e tal como confirmam na web Nou Diario, a pesares de que a história é magnífica, lamentamos desilusionar-lhes: É TOTALMENTE FALSA. E nom só isso, senom que já aparecera há mais de 2 anos na web satírica brasilera G17, em concreto lá por março de 2014.

O que sim há que reconhecer-lhes certo mérito, pois leva circulando por América Latina desde entom e já foi reproduzida por média de diferentes paises como La Voz 901 Digital, Radio Programas de Perú, Nuevo Diario de Santiago del Estero, que lhe derom total verosimilitude. Agora está a aparecer por estes lares nas páginas das redes sociais e a gente segue a dar-lhe creto e a dar-lhe pulo como se fosse real.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A mim vem-me á cabeça a notícia que triunfou neste ano no 1 de abril por estes lares galaicos (dia da mentira na cultura celta, na que se di que “vam os burros onde nom devem ir”) com o do avistamento dum Koala por terras de Ordes (*); a genial piada criada polas mentes perversas das membras de Illa Bufarda e um feixe de colabouradoras que se prestaram a fazer de falsas testemunhas do avistamento e criaram um perfil numha rede social baixo o falso nome de Mancomunidade da Farbuda.

As compas, a pesares de que tiraram um seu comunicado nesse mesmo dia com o cabeçalho NON SEXAS KOALA, AMIG@! desmintindo o avistamento, souberom tirar proveito da ampla repercussom mediática que tivo nos mass merdas que tomaram como verdadeira a notícia (basta um ejemplo de tal metedura de zouca e de desconhecemento do Dia das Piadas com esta ligaçom a um falsimédio galego) e assim poiderom dar pulo a esgalha a sua verdadeira intençom á hora de inventar a nova: Denunciar a política forestal da Xunta ao respeito da maciça plantaçom de eucalipto, espécie exôgena e altamente pirófita.

E eu colei acá sem avissar no cabeçalho de que é falsa, como simple experimento, para constatar e contrastar quam inutil som as redes sociais á hora de espalhar umha notícia verdadeira quando tanta gente da por boa umha falácia.

———
(*) Este vídeo junto a outros serám passados este vindouro sábado 22 ás 12:30 no “Festivaliño/Audiovisual” que se celebrará no local de Alg-a Lab em Valadares (Vigo), dentro do espaço Distopías / Falsos documentais en Galicia. Tamém estará presente a Rádio Piratona, a rádio livre da bisbarra viguesa quem vam realizar um documental de Rádio DURANTE TODA A TARDE.

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

%d bloggers like this: