[Compostela] A USC vs Teteiros Ceives .- Segue a cumplicidade corporativista do reitorado o misógino Luciano Méndez

luciano7447540x0izda_755758_manualPor O gajeiro na gavea.

O reitorado da USC recorre a umha sua normativa aprovada durante o régime ditatorial franquista (ainda em vigor o que já di muito da qualidade de ditas normas e da própria USC) para abrir expediente disciplinário a duas alunas do Máster de Género, Igualdade e Educaçom que interrumperam um aula do machista Luciano Méndez. Umha temática da que fum dando conta segundo avançavam os acontecimentos (ver acá) e que agora da umha volta de porca mais em quanto a USC ditaminou umha sançom mínima de só 2 meses sem emprego e soldo ao Luciano que ao ser-lhe comunicada a finais de julho sinificará que em breves manterá as suas horas de aulas no curso que está a piques de começar.

LUCIANO MÉNDEZ FÓRA DA USC!
POR UMHAS AULAS LIVRES DE SEXISMO, POR UMHA SOCIEDADE SEM DISCRIMINAÇONS!
CONCENTRAÇOM QUINTA, JOVES, 8 SETEMBRO ÁS 12H NA PRAÇA DO OBRADOIRO!

Hoje mesmo e em qualidade de trabalhador da “casa” tirei de telefone para perguntar na OIX (Oficina de Igualdade de Género) ao respeito do Protocolo de prevençom e atuaçom fronte ao acoso por razom de sexo, orientaçom sexual e identidade de género aprovado em 29 de julho polo Conselho de Governo da USC (justo o dia depois em que a USC fazia público nos falsimedios a resoluçom do expediente contra Luciano Méndez), mas de momento “nasti de plasti” sobre sua disposiçom pública para seu conhecemento; ao parecer segundo a pessoa da OIX que me atendeu (moi respetuosamente) ainda nom se publicara e que nom sabiam dizer quando estaria porque se estava pendente de atualizar com as propostas de modificaçom aprovadas e que sua publicaçom estava em mãos da Secretaria Geral da USC. Ou seja no mês de agosto nom figeram absolutamente nada para te-lo disponível antes do começo dum novo curso (a inauguraçom oficial é o vindouro dia 9). Haverá quem pense que agosto é o mês em que a administraçom está case parada e é normal que sucedam estas coisas mas, sem deixar de ser certo tal pensamento, é curioso que as Resoluçons retorais de apertura de expediente as duas alunas do Máster de Género, Igualdade e Educaçom tenha data de saida do 17 de agosto(???).

Além, Teteiros Ceives denuncia o feito de que o processo de elaboraçom do tal protocolo foi obscuro, abrindo um periodo de alegaçons irrisório, no meio do vrão e sem quase anuncia-lo; e que, polo que se deu a conhecer nos falimédios, é um documento que adolece de falhas graves como o feito de que nom permite que terceiras pessoas (por ejemplo, testemunhas) denunciem tais situaçons ou o feito de que só se concedam 3 meses de prazo para que a pessoa agredida denúncie.

Em quanto as argumentaçons do reitor para abrir expediente a estas 2 moças é basicamente o seu recurso á normativa franquista “Reglamento de Disciplina Académica” que dispom que (sic) “serán faltas leves cualesquiera otros hechos no comprendidos en los apartados anteriores que puedan causar en el orden o disciplina académica”. Um moi vago recurso seguramente rebuscado para dar o contraponto necessário de apoio corporativista ao misógeno Méndez; moi na linha da atuaçom do governo da USC neste caso; que, tal como apontam “Teteiros”, só atuara contra Méndez “ante a presom da atençom mediática e a opiniom pública”.

Sinalar ao respeito que as 2 alunas expedientadas agora já apresentaram o seu recurso de alegaçons e proposiçom de provas diante da USC ao considerar que, entroutras coisas, foi incoado carecendo das mínimas garantias que permitam um exercício efetivo do direito á defensa(…) e situa ás comaprecentes numha abosluta indefensom. Já nom porque os feitos imputados sejam genéricos, vagos, imprecisos e absolutamente inconcretos, senom que nom se descreve feito algum no relato fronte ao que poida contraproponher prova ou ejercer umha defensa efetiva. Ademais sinalam que houvo fraude de lei na tramitaçom e indefensom por falha de nomeamento do instrutor entroutras alegaçons e acompanhando um relato minucioso de como sucederom os feitos.

Já para rematar (de momento) colo acá as reflexons das moças de “Teteiros Ceives” ao respeito da ridícula sançom ao misógino Luciano Méndez que recolho da sua página dumha rede social:

Está claro que este “professor” nom está capacitado para dar aulas. Está claro que a atitude nas aulas pola que foi (levemente) sancionado nom é algo ilhado. Segue um patrom de comportamento de desprezo cara ás mulheres, o que é ainda mais grave quando se atopa numha posiçom de autoridade ao dar aulas. Fiz com María, fiz connosco, fiz com mais rapazas. E seguirá fazéndo-o se nom se lhe param os pês.
Pero a USC prefire sancionar-nos a nós.

LUCIANO MÉNDEZ FÓRA DA USC!
POR UMHAS AULAS LIVRES DE SEXISMO, POR UMHA SOCIEDADE SEM DISCRIMINAÇONS!
CONCENTRAÇOM JOVES 8 ÁS 12H NA PRAZA DO OBRADOIRO!

A USC segue retratándo-se.
Esta luita continua! Fóra sexismo da USC!!!

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

%d bloggers like this: