Nasce Grupo Xálima para defender identidade das “falas” galego-portuguesas de Extremadura

Fonte: Portal Galego da Língua 

b_450_0_16777215_00_archivos_Administradores_diego_2016-03_cropped-icono-512x410

O Grupo Xálima, nasce com o objetivo de defender a origem e o carácter galego-português dos dialetos dos concelhos cacerenhos das Elhas, S. Martinho e Valverde:

“O Grupo Xálima pretende agrupar a pessoas preocupadas pela desnaturalização e crescente castelhanização que estão a sofrer os falares do Vale de Xálima (o manhego, o lagarteiro o valverdeiro) e ainda outros ilhéus linguísticos galego-portugueses existentes no Estado espanhol”. Segundo afirmam num comunicado em que animam a inscrever-se todas aquelas pessoas com interesse em publicar trabalhos sobre o assunto “partindo do reconhecimento destes falares como galego-portugueses, o Grupo Xálima tentará elaborar propostas e adotar iniciativas para que eles não desapareçam e se relacionem com o universo falante doutras zonas da Extremadura (Ferreira de Alcântara, Casalinho, Campina de Valência de Alcântara, Codosseira e Olivença); e nomeadamente com Portugal, ou a Galiza, Brasil…”

O comunicado vai acompanhado de “um formulário de inscrição […] que dará opção de publicar ensaios no site www.falanti.eu  partindo duma perspetiva multidisciplinar (linguística, histórica, sociolinguística, etnolinguística, etc.)”.

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

%d bloggers like this: