[Compostela] Aspirantes á Cátedra na USC: Insolidários reclamam privilégios da casta!!

Nova redactada polo blog O gajeiro na gavea.

jpgJá me referim noutra entrada a esta espécie privilegiada das universidades e da sociedade, e hoje quero reafirmar-me no escrito depois de conhecer que nesta semana vários membros do professorado titular da USC irrumpirom um seu Conselho de Governo para reclamar para eles a dotaçom de prazas de catedráticos por via promoçom interna e contando com o apoio explícito dumha sua companheira catedrática em funçons de valedora do povo, que igual deviera mudar o nome por o de valedora dos priviliegiados.

Num momento no que o estudantado de várias faculdades e escolas está em greve para exiger a dotaçom de prazas de ajudantes docentes para cobrir as baixas e ter todas as matérias cobertas, saem estes privilegiados a exiger que se gastem milhons de euros na dotaçom de novas prazas de catedráticos!! E nom só isso, senom que buscam eliminar a competência externa (por lei podem opositar a essas prazas qualquer titular acreditado em qualqueira das múltiples universidades públicas do estado) exigindo a criaçom dumha promoçom interna á que só poidam aceder as titulares da USC, ou seja só umha pessoa por praça sem competência algumha.

Qualquer outro estamento da USC, bem fossem estudantado ou PAS, quando figerom qualquer protesto durante a celebraçom dum ato institucional, como é o caso do Conselho de Governo interrumpido polos aspirantes a cátedra, foram repressaliados polas forças armadas universitárias, é dizer, polos seguretas dumha empresa privativa, ou mesmo por forças policias; em troques os senhores e senhoras titulares forom atendidas como casta privilegiada e mesmo figerom-lhes sítios para sentar nas cadeiras e interrumpiu-se o ato para escutar as suas ilegítimas demandas.

Além, conseguirom que o proprio reitorado assumira suas teses e o reitor Juan Viaño declarou aos falsimédios que é partidário de que a legislaçom cambie e que se garante a promoçom interna, e mesmo di estar «encantado» com o feito de que a catedrática Valedora do Povo decidira abrir umha investigaçom, porque isso lhes permitirá pedir-lhe que se sume a estas reivindicaçons para mudar a legislaçom.

Já o digera noutra entrada na que denunciava as babosadas do professor de Económicas, Luciano Méndez Naya (ainda pendente de se saber que medidas vam-se tomar, se se tomam, contra e-le): na USC (e acho que em todas as universidades públicas) há um ninho de cumplicidade corporativista para com o professorado e de ai que estes elementos tiveram a coragem (nestes tempos de crise) de ir pedir que lhes paguem miles de euros mais ao ano por nom fazer nada novo a nivel docente ou investigador pois o único que pedem é ter um titulinho mais que lhes permita sobrepassar os mais de 3000 euros mensuais que venhem cobrando como titulares.

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

%d bloggers like this: