Abortada a operaçom da identificaçom humana por implante de microchips baixo a pele

Colamos da web https://ogajeironagavea.wordpress.com/

whatsappitis_nomofobia_nomofilia_vamosenmovimiento-blogspot-com

Governos e empresas privativas de “seguridade” que levavam tempo investigando qual seria a reacçom da povoaçom do chamado “mundo desenvolvido” de levar-se a termo o implante de microchips nas crianças recém-nascidas como método de control humano, venhem de renunciar a tal engenho. Outros estúdios e analises paralelos chegarom á conclusom de que essa prática, similar á utilizada com o gando e animais-mascotas e mesmo nalguns animais “em liberdade vigiada”, além de costosa, voltou-se inecesária para o objectivo perseguido dado que, a imensa maioria da gente, já opta livremente por levar sempre consigo, quanto menos, um telefone móvel enriba a todas horas. Com e-lo todas essas pessoas, de jeito totalmente voluntário, colabouram para estar constantemente vigiadas e controladas mesmo que o aparato esteja apagado ou sem batéria dado que os modelos actuais possuem um dispositivo que identifica e sinala a ubicaçom pontoal do aparato e por tanto a da sua possuidora, pois estám desenhados para que esses dispositivos disponham de fontes de energia adicionais no seu intérior que permitem que sega conectado á Rede ainda que esteja apagado e assim poder ubica-lo, nom com total precisom, como quando está acendido, pero sim na zona por onde se move.

Os aforros que se gerarám com a paralizaçom do estudo do implante do microchip nas crianças serám adicados a perfeiçoar esses dispositivos com fontes energéticas á marge das batérias nos telemóveis, para assim garantir a sua localizaçom precisa em tudo momento, e com e-la o da sua proprietária.

nomofobia-esclavo-celularSe bem igual mesmo essas melhoras nem sequer serám necessárias, dada a eficácia das campanhas publicitárias para que a povoaçom se afigera com estes aparatos voluntariamente, que forom tam exitosas e de tal calibre que mesmo já existe umha enfermidade mental que descreve a sua adiçom: a nomofobia, que designa o desconforto ou a sensação de angústia que surge quando alguém se sente impossibilitada de se comunicar ou se vê incontactável estando em algum lugar sem seu telemóvel. É um termo muito recente, que se origina do inglês: No-Mo, ou No-Mobile, que significa Sem telemóvel. Daí a expressão Nomofobia ou fobia de ficar sem um aparelho de comunicação móvel ou da necessidade imperiosa de ter sempre o telefone enriba, acendido e com batéria suficinte e manifesta-se em síntomas como ansiedade, malestar geral, enfado ou inquietude, negaçom, ocultaçom e/ou minimizaçom do problema, sentimento de culpa e disminuiçom da autoestima.

Poida que isto a muita gente lhe traia ao pairo, mas o que eu nom posso compreender é que gente que gosta da liberdade e aborrece estar permanetemente vigiado e que mesmo a presência de uniformados é-lhe incomoda, preste-se voluntariamente a levar sempre consigo um aparato que permite á polícia o seu rastreio e localizaçom, mesmo onde estives-te e até com quem e durante quanto tempo.

Estes aparatos curiosamente, som tamém conhecidos como celulares, o mesmo apelo que os veículos especialmente adaptados para o translado de pessoas detidas ou presas até os julgados ou até os cárceres. Por algo será…

Eu, entretanto, como nom som um ingénuo, seguiré com a minha teima de nom possuir tal fatal engenho. Que cada qual colaboure contra si mesmo como queira, mas avisadas ficades.

pdt.- Esta entrada é de ficçom mas todo parecido com a coincidència é pura realidade. Só tendes que fazer umha busca na rede com os termos microchip e pele e fliparedes do que vos podedes atopar, de ai a necessidade desta aclaraçom.

Advertisements

Deixar unha resposta

introduce os teu datos ou preme nunha das iconas:

Logotipo de WordPress.com

Estás a comentar desde a túa conta de WordPress.com. Sair / Cambiar )

Twitter picture

Estás a comentar desde a túa conta de Twitter. Sair / Cambiar )

Facebook photo

Estás a comentar desde a túa conta de Facebook. Sair / Cambiar )

Google+ photo

Estás a comentar desde a túa conta de Google+. Sair / Cambiar )

Conectando a %s

%d bloggers like this: