[Grécia] Ex-primeiro-ministro grego é alvo de carta-bomba em Atenas

Posted in internacional, noticias on Maio 28, 2017 by abordaxe

grecia-ex-primeiro-ministro-grego-e-alvo-de-cart-1

O ex-primeiro-ministro da Grécia Lucas Papademos ficou ferido nesta quinta-feira (25/05) depois de abrir uma carta-bomba dentro de seu carro blindado, em Atenas. Segundo as autoridades gregas, Papademos, 69, foi levado ao hospital e não corre risco de morrer. Ele teve ferimentos nas pernas e no peito. Outras duas pessoas que estavam no carro na hora da explosão também se feriram. Seguir lendo

[Lugo] Proxección do documental “Yes, we fuck!”

Posted in convocatorias, galiza on Maio 27, 2017 by abordaxe
yeswefuck
O colectivo transfeminista Translurpies organiza en Lugo a proxección do documental “Yes, we fuck!”. O evento terá lugar no salón de actos da facultade de maxisterio o próximo luns 29 ás 11:30 da mañáDespois da proxección realizaráse un debate. Contarán con interprete de lingua de signos. Seguir lendo

Piratas vs Corsários!

Posted in internacional, opinión on Maio 26, 2017 by abordaxe

Por J. Vinagre

262736556-768x576Vou defender a França, seus interesses vitais, a sua imagem, a sua mensagem. E me comprometo diante de vocês: vou defender a Europa, a comunidade de destinos que se deram os povos do nosso continente. É a nossa civilização que está em jogo. A Nossa maneira de sermos livres.”     –     Emmanuel Macron (1)

A França é um dos países europeus mais interessado no comércio de gás natural importado para a Europa, porque será um dos maiores distribuidores, e é também um dos países fortes da União Europeia e da NATO. O discurso do novo presidente francês deixa antever uma liberdade a ferros. “A Nossa maneira de sermos livres” nunca foi, e ainda não o é, em relação a outros povos fora da “comunidade de destinos” livre de superioridade moral, superioridade ética e tecnológica. A forma como construímos a nossa civilização depende de fontes de energia, que está a tornar este mundo insustentável ambientalmente e socialmente. A principal fonte de energia global impingida para o séc. XXI é o gás natural não convencional, e a Europa aposta forte na sua independência energética. Ao nível ambiental o debate é geral. E ao nível social? O subsolo do mar será o futuro depositário de recursos naturais a explorar em larga escala pelas multinacionais, desde fontes de energia, a minerais, como lítio, cobre, e organismos para biotecnologia. A Europa está preparada. E os “outros”? Seguir lendo

Revista Abordaxe nº6 xa na rúa!

Posted in anarquismo, galiza, publicacións on Maio 23, 2017 by abordaxe

img82

Ollo ao parche! A nosa revista acaba de saír do prelo!

Neste número 6 falamos de Ciencia, destrución, capitalismo baboso, picoletos coas cousas claras, distopías, terrorismo, revoltas compostelás… e aínda temos tempo de visitar Cuba e Kurdistán, e desfrutar da banda deseñada. Podes ler ou descargar a revista premendo [AQUÍ], ou a través da nosa sección na columna dereita (por cuestións técnicas, non aparece a ligazón de descarga, así que fai click dereito en “ver” e logo selecciona “guardar enlace como”).

Se alguén quere conseguir copias en formato físico pode poñerse en contacto con nós a través de abordaxe@bastardi.net. A seguir adxuntamos o texto editorial, o índice de contidos e os puntos de distribución. Seguir lendo

Xornadas pola recuperación da memoria anarquista na Coruña

Posted in anarquismo, convocatorias, galiza on Maio 22, 2017 by abordaxe

xornadascorunaTemos o inmenso pracer de presentarvos en primicia o cartaz das xornadas de recuperación da memoria anarquista da Coruña que, baixo o título de “Coruña Libertaria”, desenvolveranse a semana do 29 de maio ao 3 de xuño nos distintos Centros Sociais antiautoritarios da cidade.

Con esta iniciativa pretendemos recuperar a historia de loita social da Coruña, eminentemente anarquista e tradicionalnmente ninguneada desde os sectores progresistas ben pensantes que falsean o peso do movemento libertario. Posto que pese a que as correntes socialistas e galeguistas eran claramente minoritarias nos tempos de pre-guerra na cidade, foron enxalzadas polo oficialismo en favor dos seus intereses actuais e en detrimento da realidade històrica de hexemonía do movemento libertario. Deste xeito quixemos que as charlas se realicen nos Centros Sociais herdeiros ideolóxicos das loita contra o poder que, lonxe de desaparecer, aínda sosteñen a día de hoxe a bandeira da liberdade e o combate contra toda forma de autoridade. Afastando así a memoria histórica do movemento obreiro dos museos, os institutos e da naftalina institucional coa que os novos dirixentes progres preténdennola meter dobrada. Seguir lendo

[Portugal] Setúbal: Stop despejo da C.O.S.A.

Posted in anarquismo, convocatorias, internacional, península on Maio 18, 2017 by abordaxe

Fonte: cosa2015blog.wordpress.com

portugal-setubal-stop-despejo-da-cosa-1Um desejo antigo mas que se mantém bem vivo é continuar a decidir e a viver por nós próprios podendo assim desenhar um magnífico futuro. Lançamos o apelo para uma concentração solidária com a C.O.S.A. (Centro Social Okupado e Autogestionado), o 27 de maio ás 16:00h, esperando a mobilização de todxs xs que estão dispostos a contrariar a ordem dominante.

Mais informação brevemente.

C.O.S.A. Resiste!

“Non hai nada anarquista no eco-fascismo: Unha condena das ITS” por It’s Going Down

Posted in internacional, opinión on Maio 17, 2017 by abordaxe

BosqueTiramos e difundimos traducido de La Rebelión de las Palabras este texto que el tirou e traduciu do portal anarquista norteamericano It’s Going Down! e que fai unha crítica/condena do grupo ITS e da autodenominada “corrente eco-extremista”. Tamén traducimos a nota introdutoria do compañeiro.

O 3 de maio, unha muller foi asasinada na Cidade Universitaria de México D.F. Mentres moitas voces lamentaban a perda falando sobre a violencia machista e os feminicidios e a medida que saían máis datos sobre a identidade da asasinada, o grupo ITS (Individualistas Tendendo ao Salvaxe) publicou un comunicado (como de costume, maiormente divulgado polos mass-media) adxudicándose non só ese asasinato, senón tamén o de dúas persoas máis nun carreiro, ás que mataron Seguir lendo